Um site que conta as histórias cativantes de quem transmite a verdadeira cultura eno-gastronômica italiana: os cozinheiros de tradição, os produtores das tipicidades, os vinicultores que cultivam as uvas autóctones. Nada de leitos de legumes, espumas de peixe, carne liquidificada, nem reduções de legumes secos, ou seja, papo-furado de moda passageira, vendido caríssimo para os gastro chiquérrimos entediados; mas nada além de emoções contagiosas de quem cultiva a terra, produz tesouros e cozinha o que colhe, segundo um saber erradicado nos séculos.
Entre a cozinha de um cozinheiro tradicional e a de um chef com estrelas há a mesma diferença que entre a arte de Michelangelo e a de Maurizio Cattelan: o primeiro é estudado, admirado e reverenciado há séculos, e está fadado à imortalidade; o segundo escandaliza, faz o mídia falar dele, mas o que ficará dele daqui a séculos?
As tradições culinárias existem (também) há milénios, os chefs com estrelas no máximo há algumas dezenas de anos: dedicar-se aos primeiros significa tratar da história, enquanto que os segundos são no máximo matéria de crônicas recentes. Portanto, escrever de tradições agro alimentares refere-se à alta literatura, divagar sobre chefs com estrelas é, no máximo, jornalismo cotidiano: as receitas ancestrais, como os grandes livros, são os alicerces da cultura e estão fadados a serem republicados e sempre lembrados; enquanto que os devaneios sobre os chefs estão condenados a morrer com quem os inventou por simples prazer momentâneo.
Enfim, um prato de tradição faz parte do código genético de todos, sem distinção de posses ou condição social: qualquer pessoa pode reproduzi-lo em casa com a máxima satisfação; uma criação do chef pode ser experimentada (quase) exclusivamente nos restaurantes dele, por preços acessíveis a poucos. A tradição é democrática, esta inovação é para uma elite.
Este site está do lado da gente e da sua identidade.

  • Mais de 2000 artigos publicados
  • Mais de 1600 vídeos no canal YouTube e mais de 2 milhões de visualizações no total
  • Mais de 1000 visitantes diferentes diariamente
  • Estatísticas das Redes Sociais

Storienogastronomiche